English plantillas curriculums vitae French cartas de amistad German documentales Spain cartas de presentación Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified

Asas

      
          De repente...tão de repente ouvi um bater de asas... asas brancas, alvas como a neve.
              Voaram para longe, para longe. Longe do alcance da minha vista.
          Ainda havia palavras para serem ditas, sorrisos para serem sorridos, gestos para serem executados…
        Agora...não. Não há mais nada! As palavras não poderão ser pronunciadas, os sorrisos não poderão ser executados… e, os gestos… não mais serão traçados…
        Simplesmente pararam abruptamente, sem que alguém ou algo o pudesse evitar…
          Vou olhar ao meu redor e sentir a tua ausência… ausência! Esta palavra que pode causar dor, saudade… Ah saudade!... Saudade!
           Vêm-me à memória o som de umas asas... asas brancas a esvoaçar, a voar para longe... para longe…
           Quando ainda pode haver tanta coisa para dizer, sorrisos e risos, gestos... tanta coisa!
           Tanta coisa que pára de repente…
           Ah! Se eu soubesse quando a minha vida iria parar!!!
        Como seria o meu pensamento?... O meu viver?... O meu falar?... O meu sentir?...
           Ah Vida!... Ah Fado!...